“” Autoridades alertam sobre seca na Angola

saude-e-nutricao/2021/08/05/unic-autoridades-alertam-seca-angola

Saúde e Nutrição

Autoridades alertam sobre seca na Angola

unic-sequia-angola

A organização Amnistia Internacional (AI) alertou, em Julho, sobre a prolongação da seca que atravessa o país africano, que fez com que milhares de angolanos, sobretudo do sul, abandonassem as suas casas para o país vizinho, a Namíbia.

Segundo a AI, as mudanças climáticas são um agravante da estiagem que já dura mais de três anos no país. O diretor da agência para a África Oriental e do Sul, Deprose Muchena, realça que “a situação no sul de Angola é um forte lembrete de que as alterações climáticas já estão causando sofrimento e morte”.

“Esta seca, a pior em 40 anos, destruiu comunidades tradicionais que lutam para sobreviver desde que foram despojadas de vastas pastagens”, acrescenta Muchena.

O Programa Alimentar Mundial (PMA) alertou no mês de maio para o elevado número de pessoas, cerca de seis milhões, que não têm acesso a alimentos e água suficientes em Angola, especialmente no sul do país.

A Universidade Internacional do Cuanza (UNIC) oferece programas universitários para os profissionais que desejam desenvolver seu trabalho na área de engenharia. Um dos cursos que oferecem é a Licenciatura em Engenharia Civil.

Fonte: Millones de personas bajo la amenaza del hambre en Angola por la grave sequía

Foto: Todos os direitos reservados. 

Colaboradores

Copyright Universidade Internacional do Cuanza - Todos os direitos reservados © 2022.