“” Angola lança satélite Angosat-2 Angola lança satélite, Angosat-2 - Blogs UNIC

projetos/2022/10/14/unic-lancamento-satelite-angosat-2-angola

Projetos

Angola lança satélite Angosat-2

angola-lanca-satelite-angosat-dos

Angola lançou o satélite Angosat-2, nesta quarta-feira, 12 de Outubro, pelas 20 horas na Rússia e 16 horas em Angola, o lançamento foi feito pelo foguete Proton-M desde o Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

O acto foi testemunhado por entidades angolanas que viajaram para o Cazaquistão, dentre elas o Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira.

Para o Executivo angolano, o satélite de comunicações ora lançado, vai contribuir para a melhoria e expansão das telecomunicações no país e com ele associados outros serviços como Internet que vão cooperar para a modernização administrativa do Estado.

A seguir o ministro Mário Oliveira falou à imprensa que a primeira fase do processo foi um sucesso, acredita que os objectivos de melhorar o sector das telecomunicações no país serão atingidos “está concluída a primeira fase, o satélite está a voar rumo à sua posição geoestacionária, a segunda etapa leva 90 dias”.

O Ministro sustenta: depois deste tempo o satélite estará em condições de prever os serviços de telecomunicações a partir do princípio do próximo ano. “Entramos para o espaço com este satélite, pensamos adicionar um componente ao nosso ecossistema de telecomunicações que em princípio irá beneficiar os serviços da economia, social, educação”. (TPA)

O Angosat-2 vai percorrer uma viagem de 36 mil km da terra até se instalar na órbita geoestacionária para a qual foi programado, tendo um acompanhamento milimétrico desde a terra.

Gelson Ganga, director de sistemas da UNIC, afirma que com o lançamento do próprio satélite, Angola terá o seu sistema de telecomunicações e comunicação melhorado nos vários sectores.

“Com a entrada em funcionamento do Angosat-2 o país terá uma visão ampla do funcionamento dos sistemas, a título de exemplo, no sector da educação vai melhorar o processo de ensino e facilitar o sistema de ensino à distância, serviços de internet mais alargados que vai assegurar o acesso ao conhecimento em todos os pontos do país”. Sublinha o director de Sistemas da UNIC.

Gelson defende que, com o funcionamento do Angosat-2, a Universidade Internacional do Cuanza ganha muito sendo uma Universidade tecnológica, já que com o satélite nacional, os custos de serviços de internet serão reduzidos além de ter alta qualidade.

Foto satélite: Platinaline

Colaboradores

Copyright Universidade Internacional do Cuanza - Todos os direitos reservados © 2022.